sexta-feira, 4 de junho de 2010


O dia parecia tão calmo, a hora não queria passar, e em meio aquela mesmice resolvi mexer no armário bem antigo, ao abrir encontrei 3 cadernos que não pareciam muito velhos, então os peguei sentei ao chão e comecei a folheá-los.E naquele momento um filme rápido se passou em minha cabeça, um filme chamado lembranças, então passei a rir sozinha em meio aquela situação , depois de muitas risadas então refletir que a felicidade que por muito tempo procurei sempre esteve ao meu lado, mas por pequenos caprichos acabei por não aproveitar de forma devida, por muito tempo achei que por existir tristeza não poderia existir felicidade, mas esses cadernos me fizeram ver que a tristeza e alegria são componentes dessa tão procurada,entendi que somos felizes apenas pelo existir,apenas por respirar, felizes por ter a capacidade de amar!

5 comentários:

deh ramos disse...

sim.. somos felizes, muito felizes (:

hmmmmm* revendo cadernos, hein? quero nem imaginar o que tinha escrito neles (larila..)

André Henrique disse...

è como aquela famosa frase qe td mundo conhece, mas ninguem consegue aproveita-la antes de não ter mais como remediar.
" Eu era feliz e não sabia"

;D

Menino de asas disse...

isso se chama nostalgia. Acho que sempre que olhamos pro passado td parece lindo e maravilhoso, pena que vivemos num tal "presente".

Força sempre

Bianca disse...

verdade...
é tão bom lembrar das coisas. dou altas risadas quando folheiio meus cardenos. é bom d+.

Tiéli disse...

muito liindoo :D